Este website usa cookies. Estes cookies destinam-se a otimizar a sua experiência de navegação neste website.Ler mais

Outubro 26, 2016   |   Notícias

Novas perspetivas para as doenças de Parkinson e Epilepsia em debate no Fórum BIAL Neurologia

9º Fórum reúne peritos internacionais em Lisboa nos dias 28 e 29 de outubro

Em parceria com a Liga Portuguesa Contra a Epilepsia e com a Sociedade Portuguesa das Doenças do Movimento, decorre esta sexta-feira e sábado, o Fórum BIAL Neurologia, que marca já o calendário da Neurologia em Portugal.

Este evento divide-se em duas plataformas centradas nos temas da Epilepsia e da doença de Parkinson.

Na área da Epilepsia, serão analisadas, entre outras temáticas, as comorbidades associadas à epilepsia e que afetam cerca de 80% dos pacientes, por Ley Sander, do Instituto de Neurologia de Londres. O Epilepsy Brain Bank será apresentado por Ingmar Blümcke (Universidade de Erlangen-Nürnberg, Alemanha) que dará a conhecer parte dos resultados de 25 anos de experiências em neuropatologia cirúrgica de epilepsia em quase 10.000 pacientes.

Na área do Parkinson, destaque para a apresentação dos resultados de uma experiência realizada em laboratório por Tiago Fleming Outeiro (Diretor do departamento de Neurodegeneration and Neurorestoration da Universidade de Goettingen, Alemanha), que abre novas perspetivas para o diagnóstico precoce e para o desenvolvimento de tratamentos inovadores na doença. Serão também expostos os novos critérios de diagnóstico clínico de Parkinson pela mão de Daniela Berg (Universidade de Kiel, Alemanha), que esteve envolvida na sua revisão, e de que forma os sintomas centrais se integram com os sintomas não motores, de forma a tornar o processo de diagnóstico mais sensível e precoce.

Aproximadamente 50 milhões de pessoas em todo o mundo têm epilepsia, o que faz desta doença a condição neurológica grave mais comum. A doença de Parkinson tem em Portugal Continental números surpreendentes devido à elevada prevalência de um gene responsável por um grande número de casos de doença de Parkinson familiar. Os dados disponíveis apontam para uma prevalência de 270/100.000 habitantes na população portuguesa com mais de 50 anos.

O Fórum BIAL de Neurologia decorre pelo 9º ano consecutivo, refletindo o compromisso de BIAL com o conhecimento e a inovação na área das neurociências.

Partilhe