Diacol®
Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica

Diacol®

Antitússico

  • DIACOL®
Bromidrato de dextrometorfano
  • Indicações Terapêuticas
  • Posologia e Modo de Administração
  • Contraindicações
  • Precauções/Advertências Especiais

Alívio temporário da tosse não produtiva causada por irritação das vias respiratórias altas ou baixas.

Folheto Informativo Diacol

Crianças com menos de 2 anos de idade: utilização não é recomendada.

Crianças dos 2 aos 12 anos: posologia segundo indicação médica. Entre os 6 e os 12 anos, a dose diária máxima é de 30 ml e entre os 2 e os 6 anos de idade, a dose diária máxima é de 15 ml. Adolescentes, idosos e adultos: 15 ml cada 6 ou 8 horas; dose máxima diária de 60 ml.

Hipersensibilidade a qualquer dos componentes de DIACOL®. Tosse produtiva. Tratamento concomitante com inibidores da monoamino-oxidase.

Deve ser utilizado com precaução nos doentes asmáticos ou atópicos, doentes sedados ou debilitados, e doentes com insuficiência hepática. Pode alterar ou aumentar o efeito de outros medicamentos, como é o caso dos que têm ação depressora do sistema nervoso central.

DIACOL® contém sacarose, pelo que não deve ser utilizado em doentes com intolerância hereditária à frutose, síndrome de malabsorção de glucose-galactose ou deficiência de sucrase-isomaltase.

DIACOL® contém etanol a 96%: pode ser prejudicial para doentes que sofrem de alcoolismo, doença hepática, epilepsia, doença ou traumatismo cerebral, bem como para mulheres grávidas e crianças.

DIACOL® não está recomendado durante a gravidez e não deve ser utilizado durante o período de lactação.

Leia cuidadosamente as informações constantes do acondicionamento secundário e do folheto informativo. Se a tosse persistir mais do que 1 semana, se recorrer ou se for acompanhada de febre alta, erupção cutânea ou cefaleias intensas, o doente deve consultar o médico. Em caso de dúvida, persistência ou aparecimento de outros sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.

 

IEC

DIACOL® (bromidrato de dextrometorfano) é um medicamento não sujeito a receita médica. INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS:Alívio temporário da tosse não produtiva causada por irritação das vias respiratórias altas ou baixas. Posologia e modo de administração: Crianças com menos de 2 anos de idade: utilização não é recomendada. Crianças dos 2 aos 12 anos: posologia segundo indicação médica. Entre os 6 e os 12 anos, a dose diária máxima é de 30 ml e entre os 2 e os 6 anos de idade, a dose diária máxima é de 15 ml. Adolescentes, idosos e adultos: 15 ml cada 6 ou 8 horas; dose máxima diária de 60 ml. Contraindicações: Hipersensibilidade a qualquer dos componentes de DIACOL®. Tosse produtiva. Tratamento concomitante com inibidores da monoamino-oxidase. Advertências e precauções especiais de utilização: deve ser utilizado com precaução nos doentes asmáticos ou atópicos, doentes sedados ou debilitados, e doentes com insuficiência hepática. Pode alterar ou aumentar o efeito de outros medicamentos, como é o caso dos que têm ação depressora do sistema nervoso central. DIACOL® contém sacarose, pelo que não deve ser utilizado em doentes com intolerância hereditária à frutose, síndrome de malabsorção de glucose-galactose ou deficiência de sucrase-isomaltase. DIACOL® contém etanol a 96%: pode ser prejudicial para doentes que sofrem de alcoolismo, doença hepática, epilepsia, doença ou traumatismo cerebral, bem como para mulheres grávidas e crianças. Recomenda-se particular precaução em adolescentes e jovens adultos, assim como em doentes com antecedentes de abuso de drogas ou de substâncias psicoativas. O dextrometorfano é metabolizado pelo citocromo hepático P450 2D6, por isso, recomenda-se precaução nos doentes que são metabolizadores fracos do CYP2D6 ou que tomam inibidores do CYP2D6.DIACOL® não está recomendado durante a gravidez e não deve ser utilizado durante o período de lactação. Leia cuidadosamente as informações constantes do acondicionamento secundário e do folheto informativo. Se a tosse persistir mais do que 1 semana, se recorrer ou se for acompanhada de febre alta, erupção cutânea ou cefaleias intensas, o doente deve consultar o médico. Em caso de dúvida, persistência ou aparecimento de outros sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. Data da revisão do Texto: 10/2016. Apresentação: Frasco com 200 ml. Medicamento não sujeito a receita médica. Não comparticipado. Para mais informações deverá contactar o titular da AIM: BIAL - Portela & C.ª S.A.-  À Av. da Siderurgia Nacional • 4745-457 S. Mamede do Coronado - Portugal• NIPC 500 220 913 DIDSAM161127

DIACOL® (bromidrato de dextrometorfano) é um medicamento não sujeito a receita médica. INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS:Alívio temporário da tosse não produtiva causada por irritação das vias respiratórias altas ou baixas. Posologia e modo de administração: Crianças com menos de 2 anos de idade: utilização não é recomendada. Crianças dos 2 aos 12 anos: posologia segundo indicação médica. Entre os 6 e os 12 anos, a dose diária máxima é de 30 ml e entre os 2 e os 6 anos de idade, a dose diária máxima é de 15 ml. Adolescentes, idosos e adultos: 15 ml cada 6 ou 8 horas; dose máxima diária de 60 ml. Contraindicações: Hipersensibilidade a qualquer dos componentes de DIACOL®. Tosse produtiva. Tratamento concomitante com inibidores da monoamino-oxidase. Advertências e precauções especiais de utilização: deve ser utilizado com precaução nos doentes asmáticos ou atópicos, doentes sedados ou debilitados, e doentes com insuficiência hepática. Pode alterar ou aumentar o efeito de outros medicamentos, como é o caso dos que têm ação depressora do sistema nervoso central. DIACOL® contém sacarose, pelo que não deve ser utilizado em doentes com intolerância hereditária à frutose, síndrome de malabsorção de glucose-galactose ou deficiência de sucrase-isomaltase. DIACOL® contém etanol a 96%: pode ser prejudicial para doentes que sofrem de alcoolismo, doença hepática, epilepsia, doença ou traumatismo cerebral, bem como para mulheres grávidas e crianças. Recomenda-se particular precaução em adolescentes e jovens adultos, assim como em doentes com antecedentes de abuso de drogas ou de substâncias psicoativas. O dextrometorfano é metabolizado pelo citocromo hepático P450 2D6, por isso, recomenda-se precaução nos doentes que são metabolizadores fracos do CYP2D6 ou que tomam inibidores do CYP2D6.DIACOL® não está recomendado durante a gravidez e não deve ser utilizado durante o período de lactação. Leia cuidadosamente as informações constantes do acondicionamento secundário e do folheto informativo. Se a tosse persistir mais do que 1 semana, se recorrer ou se for acompanhada de febre alta, erupção cutânea ou cefaleias intensas, o doente deve consultar o médico. Em caso de dúvida, persistência ou aparecimento de outros sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico. Data da revisão do Texto: 10/2016. Apresentação: Frasco com 200 ml. Medicamento não sujeito a receita médica. Não comparticipado. Para mais informações deverá contactar o titular da AIM: BIAL - Portela & C.ª S.A.-  À Av. da Siderurgia Nacional • 4745-457 S. Mamede do Coronado - Portugal• NIPC 500 220 913 DIDSAM161127