O nosso website utiliza cookies. Ao utilizar este website está a confirmar que não se opõe. Ler mais

Prémio BIAL

Criado em 1984, o Prémio BIAL premeia conceituados profissionais de saúde de vários países, reconhecendo e distinguindo a investigação básica e clínica na área da saúde. Promovido pela Fundação BIAL, com periodicidade bianual, o Prémio BIAL é considerado um dos maiores galardões na área da Saúde em toda a Europa.

Até à sua última edição, que decorreu em 2016, tem contemplado duas modalidades: o Grande Prémio BIAL de Medicina, destinado a galardoar obras intelectuais escritas, de índole médica, com tema livre, que representem uma investigação de grande qualidade e relevância científica; e o Prémio BIAL de Medicina Clínica que visa, especificamente, galardoar um tema livre de elevada qualidade intelectual e dirigido à prática clínica.

O Prémio BIAL de Medicina Clínica e, eventualmente, algumas das outras obras premiadas, têm sido publicadas pela Fundação BIAL numa primeira edição exclusiva, com uma tiragem de cerca de 10 mil exemplares, destinada, gratuitamente, à classe médica.

Ao longo das edições já realizadas, o Prémio BIAL acompanhou a evolução e as tendências da Investigação e da Medicina tendo distinguido diversos trabalhos no âmbito das doenças civilizacionais, genética, medicina molecular, imagiologia, terapêuticas substitutivas e regenerativas, entre muitos outros.

Desde a sua instituição, o Prémio BIAL já analisou 655 obras candidatas e mobilizou 1591 investigadores, médicos e cientistas de 20 países. Em 17 edições, distinguiu 266 autores (99 obras premiadas) de 5 países. Como resultado de 30 anos comprometidos com a investigação, foram editadas e distribuídas gratuitamente pela classe médica e científica 37 obras premiadas, num total de mais de 312.000 exemplares.

Valores Pecuniários da última edição de 2016

Grande Prémio BIAL de
Medicina
EUR 200.000
Prémio BIAL de Medicina
Clínica
EUR 100.000
Menções Honrosas
(até um total de quatro)
EUR 10.000/cada